PCP vai lançar campanha para a saída do euro

O Partido Comunista Português (PCP) anunciou que, entre janeiro e junho de 2017, vai realizar uma campanha para promover a saída do euro.

A decisão tomada em Comité Central foi comunicada por Jerónimo de Sousa, secretário-geral do PCP, em conferência de imprensa, na sede nacional do partido, em Lisboa. O secretário-geral do PCP afirmou que “foi decidido realizar uma campanha em torno da libertação da submissão ao euro, entre janeiro e junho de 2017, em articulação com a exigência de renovação da dívida e a recuperação do controlo público da banca”.

Durante a conferência de imprensa, discutiu-se também sobre a saúde e foram pedidas medidas ao Governo que impeçam um novo “caos nas urgências hospitalares” associado ao surto de gripe.

“A possibilidade de se repetirem situações de caos nas urgências hospitalares é real. É necessário impedir situações idênticas às verificadas nos últimos anos, com tempos de espera muito acima do que seria normal e com consequências dramáticas para alguns dos doentes que recorreram a esses serviços”, defendeu.

Adaptação de notícia publicada no Diário de Notícias a 17 de dezembro.