Arquivo mensal: Janeiro 2017

Europa incentiva a iluminação à base de lâmpadas LED

A Europa decidiu parar a produção de lâmpadas com classe energética C e lâmpadas de halogéneo claras. Uma medida que tenciona promover uma iluminação mais amiga do ambiente e que revela ser também mais amiga da carteira do consumidor.

Depois de nos despedirmos das lâmpadas foscas e das incandescentes, é hora de dizermos adeus às lâmpadas de halogéneo claras e a todas as lâmpadas de classe energética C. O objetivo desta diretiva comunitária é que nos próximos anos a iluminação seja feita à base de lâmpadas LED (Diodo Emissor de Luz), proporcionando assim uma iluminação mais eficiente e barata.

No último estudo da Associação de Defesa do Consumidor, feito em novembro do ano passado, verificou-se que, em comparação com as lâmpadas fluorescentes compactas, que até aqui eram a escolha aconselhada pela Deco por já serem melhores que as de halogéneo, usar 11 lâmpadas LED num T1 permite poupar 207 euros, em 20 anos. Quanto à duração, ficou provado que as LED podem durar mais de 20 mil horas, ou seja, mais de 20 anos.

Adaptação de notícia publicada no Diário de Notícias a 31 de agosto.

Cidades europeias preparam um futuro mais amigo do ambiente

Copenhaga, capital da Dinamarca, é, há poucos dias, também considerada a capital da bicicleta. Nas ruas da cidade circulam 252 600 automóveis e 265 700 bicicletas, fazendo parte esta última de uma escolha de políticas urbanas amigas do ambiente, que visam a redução da emissão de gases com efeito de estufa.

Outras experiências sustentáveis estão a ser desenvolvidas no seio das cidades europeias, apostando nas energias limpas, na mobilidade urbana eficaz e ecológica. Além do incentivo à utilização da bicicleta em alternativa ao automóvel, também está previsto o aumento do número de ciclovias, de veículos elétricos, e de espaços verdes.

Tais medidas são necessárias para que os países, as suas regiões e as suas cidades cumpras as metas do Acordo de Paris, que têm como objetivo combater as alterações climáticas.

Adaptação de notícia publicada no Diário de Notícias a 19 de dezembro.