“A Fábrica de Nada” vence Festival de Cinema Europeu de Sevilha

O filme português “A Fábrica de Nada”, de Pedro Pinho, ganhou o principal prémio do Festival de Cinema Europeu de Sevilha, o Giraldillo de Oro, para Melhor Filme.

fdsfd

O júri destacou a reflexão que o filme faz sobre alguns factos relacionados com a crise económica vivida em muitos países europeus. A longa-metragem narra as vicissitudes de um grupo de trabalhadores que continua a ir para a sua empresa depois dos proprietários a terem abandonado.

A “Fábrica de Nada” estreou-se em maio no Festival de Cannes, onde venceu o prémio da crítica, a que se seguiu o prémio CineVision, em junho, em Munique, para melhor novo filme. Foi igualmente distinguido nos festivais Duhok, no Iraque, e Miskolc, na Hungria, e selecionado para os festivais de Londres, Toronto e Jerusalém.

Sete produções ou coproduções portuguesas estiveram em competição neste festival, que tem por objetivo promover o cinema de produção europeia.

Adaptação de notícia publicada no Diário de Notícias a 11 de novembro.