Portugal tem comunicações 20% mais caras que o resto da UE

Os preços das comunicações em Portugal são 20% mais caros e os da Internet 31%, comparando com a média da União Europeia

Preços das comunicações em Portugal são 20% mais elevados do que a média da União Europeia
Preços das comunicações em Portugal são 20% mais elevados do que a média da União Europeia
© Tony Dias/Global Imagens


Segundo uma análise da Autoridade da Concorrência (AdC) ao setor divulgada esta segunda-feira e publicada no site da AdC para consulta pública, o regulador acrescenta que os pacotes vendidos em Portugal são 13% mais caros do que a média europeia e identifica os preços mais elevados em Portugal como uma “vulnerabilidade” em termos de concorrência”, tal como a “reduzida mobilidade” dos consumidores e o “elevado número” de reclamações.

No comunicado divulgado, a AdC afirma ainda que “”a atual política de fidelização reduz a fração de consumidores disponíveis para mudar de operador, reduzindo o efeito disciplinador sobre os preços de mercado, inovação e qualidade de serviço e, em resultado, os incentivos à concorrência, o que deixa os consumidores mais vulneráveis ao exercício de poder de mercado”.

O presidente da Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom), João Cadete de Matos, falou do assunto na abertura do 29.º congresso das Comunicações (APDC) defendendo que seria “essencial” uma redução do preço das comunicações e acesso à Internet em Portugal, criando “condições para se inverta” a disparidade.

Porém, também em novembro, a Apritel, associação do setor das telecomunicações, divulgou um estudo que colocava Portugal no segundo lugar, de um grupo de 10, dos países com o pacote de serviços de comunicações mais baixo da Europa.

Adaptação da notícia de Lusa publicada no Diário de Notícias a 9 de dezembro de 2019