Um milhão de euros mobilizados pela UE para combate de praga de gafanhotos na África

A praga de gafanhotos que atinge o Corno de África tem devastado o fornecimento alimentar naquela que é uma das regiões mais pobres do mundo

A Somália foi o primeiro país a mobilizar-se para combater a praga de gafanhotos
© EPA

A Comissão Europeia vai disponibilizar um milhão de euros para combater o surto de gafanhotos na África Oriental e também para garantir meios subsistentes.

Esta pode garantir que é a maior praga no continente africano registada nos últimos 25 anos.

A Comissão Europeia afirma que esta foi a melhor alternativa no que consta ao surto, garantir resposta imediata à necessidade urgente de reforço das medidas de controlo para conter a praga e proteger os meios de subsistência rurais, principalmente os que se encontram em zonas com falta de alimentos.

A Organização das Nações Unidas também pediu à comunidade internacional mais reforços para apoiar os países afetados por este surto de gafanhotos.

Adaptação da notícia do DN/Lusa no Diário de Notícias a 18 de fevereiro de 2020