Arquivo da categoria: Desporto

Marta Pen participa no Campeonato da Europa de Corta-Mato

A atleta portuguesa Marta Pen é a mais recente novidade na equipa nacional que participará no Campeonato da Europa de Corta-Mato, a 10 de dezembro, em Samorin, na Eslováquia. 

Depois de um bom início de época em crosse nos EUA, onde vive, Marta Pen conseguiu dispensa do Corta-Mato da Amora para ser pré-selecionada para os europeus.

A Federação Portuguesa de Atletismo (FPA) convocou cinco atletas para a competição: Inês Monteiro – a “chefe de fila” sendo esta a sua sendo esta a sua 14.ª participação nos europeus de crosse -, Catarina Ribeiro, Susana Godinho e as estreantes Ana Mafalda Ferreira e Marta Pen.

A equipa feminina foi renovada com a ausência de nomes conhecidos que não estavam disponíveis para competição, como Dulce Félix, Jéssica Augusto, Sara Moreira e Salomé Rocha, esta última com o melhor resultado do ano passado, em 18.º lugar.

Portugal tem grandes tradições no crosse a nível europeu mas há muito que os resultados não são os melhores. Desde 2013 que os seniores masculinos não fecham equipa e no ano passado a equipa feminina ficou em 9.º lugar.

Adaptação de notícia publicada no Diário de Notícias a 21 de novembro.

Sporting de Braga castigado na Liga Europa por comportamento racista dos adeptos

O Sporting de Braga foi castigado pela UEFA, durante a Liga Europa, por se considerar que os seus adeptos tiveram um comportamento racista durante o último jogo da competição. 

dsgdfg

O Comité Disciplinar da UEFA decidiu que o Sporting de Braga tem de encerrar uma das bancadas do seu estádio, durante o encontro com o Hoffenheim, para que esse espaço seja ocupado com uma faixa sobre o EqualGame, programa da UEFA que promove a diversidade.

O clube português foi castigado por se considerar que alguns dos seus adeptos tiveram um comportamento racista durante o jogo com o Ludogorets, da terceira jornada do Grupo C da Liga Europa.

A equipa búlgara acabou por vencer a partida por 2-0 e o Sporting de Braga teve ainda de pagar uma multa de 15 mil euros, por ter atrasado o início do jogo.

Adaptação de notícia publicada no Diário de Notícias a 30 de outubro.

Betinho regressa à seleção para a pré-qualificação do Eurobasket’2021

João Betinho Gomes regressou ao lote de 12 convocados da seleção portuguesa de basquetebol, que vai participar na fase de pré-qualificação do Eurobasket’2021.

O extremo da equipa italiana do Aquila Basket Trento esteve ausente da seleção durante a fase de pré-qualificação do Mundial de 2019, disputada no passado mês de agosto, devido aos crónicos problemas nos joelhos, estando atualmente apto a voltar a envergar a camisola da turma nacional.

Além de João Betinho Gomes, o poste Cláudio Fonseca, do Benfica, também volta a integrar o grupo de 12 eleitos do selecionador Mário Gomes, uma vez que está recuperado da doença (síndrome vertiginoso), que na última temporada afetou o seu rendimento desportivo.

Relativamente à última convocatória, saíram Arnette Hallman e Pedro Belo.

“Vamos apenas convocar 12 jogadores. O período de preparação é muito curto e não se justifica a escolha de mais elementos”, constatou à Lusa o selecionador Mário Gomes.

Os 12 convocados entram em estágio no dia 19 deste mês numa unidade hoteleira da Costa da Caparica, realizando a sua preparação no Complexo de Desportos de Almada.

in O Jogo

João Martinho vence medalha de bronze no Europeu sub-23 de judo

No passado dia 11 de novembro, João Martinho, judoca português, conquistou a medalha de bronze na categoria -81kg do Campeonato da Europa de sub-23, em Podgorica, em Montenegro. 

O judoca, depois de vencer ao moldavo Nicon Zaborosciuc, conquistou a terceira medalha lusa na prova. A medalha de ouro foi entregue a Maria Siderot e a de bronze a Joana Diogo.

Martinho deixou no tapete o luxemburguês Bilgee Bayanaa, o belga e campeão mundial de juniores Matthias Casse, antes de avançar para os quartos de final, onde eliminou o ucraniano Bohdan Zusko.

Nas meias-finais, frente ao moldavo Dorin Gotonoaga, João Martinho aguentou mais de sete minutos de combate, antes de ceder um ponto decisivo, o “ponto de ouro”, ficando afastado da final.

No combate pelo último lugar do pódio, o português mostrou-se mais forte e conseguiu fazer ‘ippon’, ou seja, um golpe perfeito, em um minuto e 23 segundos.

in Diário de Notícias

Dez milhões para ficar parado até junho

Técnico português volta a sair do Chelsea, mas fica a receber salário até fim da época, enquanto “escolhe” próximo clube

Pela terceira vez na carreira – a primeira foi após a atípica estreia-relâmpago no Benfica – José Mourinho vai tirar uns meses sabáticos fora dos bancos. Depois de ter sido despedido do Chelsea, o treinador português deverá ficar até final da temporada sem treinar, aproveitando o descanso forçado para preparar a próxima etapa da carreira. Tal como fez quando saiu do clube londrino pela primeira vez, em setembro de 2007.

Na altura, Mourinho regressou aos bancos no início da época seguinte, no Inter de Milão. Desta vez, o setubalense também não terá, certamente, dificuldades em voltar a iniciar a próxima temporada num clube de top europeu. O rol de possibilidades afigura-se vasto, do PSG ao Manchester United, ou mesmo um até há pouco tempo improvável regresso ao Real Madrid. Mas a única coisa definida nesta altura é que não deve voltar a treinar qualquer equipa esta época, segundo fonte próxima do técnico contactada pelo DN, que lembrou que ele se recusa a “pegar em equipas a meio do ano” – a exceção, compreensível, na carreira foi quando aceitou trocar o U. Leiria pelo FC Porto. E voltar a Portugal temporariamente é outro cenário “praticamente impossível”.

Notícia publicada no Diário de Notícias a 18 de dezembro.

Real e Atlético de Madrid fora do mercado até 2017

Os dois clubes de Madrid vão estar impedidos de comprar novos jogadores entre o fim deste mês e julho de 2017

Real e Atlético de Madrid fora do mercado até 2017

O castigo da FIFA caiu agora sobre o Real Madrid e o Atlético de Madrid e toma efeito assim que acabar este mercado de inverno. Os dois clubes infringiram a regra que os impedia de contratar jogadores estrangeiros com menos de 18 anos de idade.

Este castigo aos dois clubes segue-se a um semelhante aplicado ao Barcelona, grande rival quer do Real quer do Atlético, aplicado em abril de 2014. Contrariamente ao que aconteceu com o Barcelona, este castigo acontece durante uma janela de transferências, o que lhes permite fazer contratações de última hora. Vão falhar os dois próximos mercados, em agosto deste ano e em janeiro de 2017.

O recurso do Barcelona foi na altura rejeitado e o castigo esteve em aplicação até este último mercado.

O presidente do Atlético de Madrid, Enrique Cerezo, disse que o clube iria recorrer. Não há, por enquanto, uma reação oficial do Real Madrid.

Notícia publicada no Euronews a 14 de janeiro.

Documento confirma: Gareth Bale foi mais caro do que Ronaldo

Real Madrid tentou esconder o preço da transferência, de modo a tentar manter Cristiano Ronaldo como o futebolista mais caro de sempre

Gareth Bale é, desde 2013, o futebolista mais caro de sempre, superando Cristiano Ronaldo. A revelação foi feita pelo blogue Football Leaks, que divulgou o documento da transferência do extremo galês do Tottenham para o Real Madrid.

O documento revela que a transferência concretizou-se por 99,743.542 milhões de euros, além de um mecanismo de solidariedade de 1,015.875 milhões. Contas feitas, Gareth Bale custou 100,759.417 milhões.

Florentino Pérez, recorde-se, sempre defendeu que Cristiano Ronaldo era o futebolista mais caro de sempre e chegou a afirmar que Gareth Bale tinha custado “apenas” 91 milhões de euros.

Porém, o contrato celebrado com o Tottenham, a 31 de agosto de 2013, inclui a informação de que o Real Madrid iria avisar a imprensa de que Bale tinha custado 91 milhões de euros, enquanto o clube inglês ficaria impedido de revelar quaisquer detalhes sobre a transferência.

O Tottenham conseguiu, ainda, um direito de preferência sobre Gareth Bale caso o Real Madrid aceite alguma proposta para transferir o extremo para a Premier League antes de 2019, bem como no caso de os “merengues” receberem alguma oferta oficial.

Notícia publicada no Diário de Notícias a 21 de janeiro.

Messi arrisca pena de prisão por fraude fiscal

O julgamento da estrela maior do Barcelona e do seu pai começará no dia 31 de maio. Em causa está uma alegada fuga ao fisco no valor de 4,1 milhões de euros


Acusados de fuga ao fisco, Messi – pai e filho – vão no dia 31 de maio sentar-se no lugar dos réus para responderem às questões que o juiz do tribunal de Barcelona julgar pertinentes. Daniel Messi e Jorge Horacio Messi estão envolvidos em três processos de fraude fiscal, pelo suposto desvio de um total de 4,1 milhões de euros.

Ainda que o futebolista, avançado do FC Barcelona, tenha pedido a absolvição dos três crimes, alegando que tanto ele como o pai agiram “assessorados por um prestigiado gabinete de advogados, especializados em direito tributário e desportivo”, o tribunal decidiu mantê-los indiciados, fixando que o julgamento decorra entre os dias 31 de maio e 3 de junho.

O intervalo escolhido pode mesmo levar a que Messi solicite uma alteração, diz o “El País”, pelo facto de as audiências arrancarem apenas três dias após o final da Liga dos Campeões, coincidindo, por outro lado, com o início da Copa América Centenário, competição para a qual o jogador será, seguramente, escalado pelo selecionador da Argentina.

Na verdade, o Ministério público pediu o arquivamento do processo contra o argentino, por considerar que Messi estava concentrado no futebol e desligado da gestão financeira dos seus rendimentos. Em contrapartida, pede 18 meses de prisão para o seu pai, uma decisão oposta à da autoridade tributária espanhola, que pede 22 meses e 15 dias de prisão para cada um dos Messi, além de reclamar o pagamento de outros 4,1 milhões de multa.

Notícia publicada no Expresso a 20 de janeiro.

Messi ganha Bola de Ouro, Ronaldo é o segundo mais votado

Bola de Ouro foi entregue, em Zurique (Suíça), ao argentino Lionel Messi (41,33%) que derrotou o português Cristiano Ronaldo (26,76%) e o brasileiro Neymar (7,86%)

Lionel Messi, jogador do Barcelona e da seleção argentina, ganhou, pela quinta vez, a Bola de Ouro, entregue ao melhor futebolista do ano. Foi a quinta distinção de melhor do mundo ganha por La Pulga, que ganhara o troféu de 2009, 2010, 2011 e 2012.

Cristiano Ronaldo e Neymar foram os finalistas derrotados. O português ganhara em 2008, 2013 e 2014, mas teve um 2015 inferior a Messi e Neymar: não conquistou qualquer título, enquanto os jogadores blaugrana ganharam Liga dos Campeões, campeonato e taça de Espanha e Mundial de clubes.

Messi foi o mais votado por jornalistas, treinadores e capitães de seleções nacionais de todo o mundo, com 41,33% dos votos. Ronaldo ficou em segundo lugar, com 26,76%, e Neymar em terceiro, com 7,86%.

Quantos aos restantes troféus, Luís Enrique (Barcelona) e Jill Ellis (EUA) foram eleitos treinador e treinadora do ano. A melhor futebolista de 2015 foi Carli Lloyd (EUA). Wendell Lira (futebolista brasileiro, ex-Goianésia) recebeu o Prémio Puskas, relativo ao melhor golo do ano. E o Prémio Fair Play distinguiu clubes e jogadores que apoiam refugiados, sendo recebido por Gerald Asamoha, ex-futebolista alemão, de origem ganesa.

Notícia publicada no Diário de Notícias a 11 de janeiro.

Portugal defronta Islândia, Hungria e Áustria no Europeu

Portugal vai estrear-se no Euro 2016 a 14 de junho, em Saint-Étienne, contra a Islândia. Sorteio foi “simpático” para a seleção

Portugal vai defrontar a Islândia, a Hungria e a Áustria na fase de grupos do Euro 2016, ditou o sorteio realizado, no Palácio de Congressos de Paris, em França.

A seleção nacional ficou inserida no Grupo F e evitou os adversários teoricamente mais fortes. A estreia de Portugal no Euro 2016 ocorrerá a 14 de junho, às 20.00, diante da Islândia, em Saint-Étienne.

O Euro 2016 arranca a 10 de junho, com o França-Roménia.

Notícia publicada no Diário de Notícias a 12 de dezembro.