Ministro irlandês tranquiliza crianças sobre o Pai Natal

O ministro das Relações Exteriores irlandês, Simon Coveney, confirmou a decisão do governo no parlamento de Dail, em Dublin, numa intervenção que tem sido muito divulgada e elogiada nas redes sociais: o Pai Natal foi considerado um trabalhador essencial e não estará sujeito às restrições de viagens impostas devido à pandemia de covid-19, quando chegar à Irlanda.

Discurso do ministro das Relações Exteriores no parlamento já se tornou viral. | © DR

A mensagem divulgada no último dia 26 foi pensada propositadamente para as crianças. No discurso, Coveney confirmou ainda que o Pai Natal já garantiu às autoridades a sua intenção de voar para a Irlanda a 24 de dezembro, como acontece todos os anos na noite de Natal. No entanto, o ministro alertou que as crianças deveriam permanecer nas suas camas durante a noite, pois há a necessidade de cumprir o distanciamento social do Pai Natal.

O discurso também foi divulgado no perfil de Simon Coveney na rede social Twitter.

Adaptação da notícia de DN publicada em Diário de Notícias em 01 de dezembro de 2020